Economia

Inflação na Zona Euro sobe quase para o dobro

A inflação na zona euro subiu de 0,6% em novembro para 1,1% em dezembro, impulsionada pelo custo da energia.

De acordo com o Eurostat, os preços da energia tiveram a maior subida. A taxa chegou aos 2,5% em dezembro quando estava em -1,1% em novembro.

O gabinete de estatísticas da União Europeia revela ainda que no setor dos serviços, a taxa de inflação aumentou 1,2% (1,1% em novembro) e no da alimentação, álcool e tabaco os preços subiram também 1,2% (0,7% no mês anterior).

No setor dos bens industriais não energéticos, os preços tiveram uma subida de 0,3%, estável na comparação com novembro.

A expetativa do mercado era que a taxa de inflação no conjunto da moeda única fosse de 1% e depois de se ter sabido que na Alemanha a taxa tinha chegado a 1,7% houve uma subida dos juros da dívida nos países da moeda única.

A aproximação da inflação da meta de 2% estabelecida pelo Banco Central Europeu poderá levar a que este reduza o programa de estímulos que tem mantido os juros baixos.

O Eurostat deverá publicar um novo boletim, com dados sobre os Estados-membros, dia 18.