Sociedade

Homem cortou cabos de radares e pôs em perigo vários aviões

Um homem de 32 anos foi detido no Funchal pela Polícia Judiciária "pela prática de um crime de atentado à segurança de transporte por ar".

O suspeito de 32 anos é acusado de pôr em perigo a segurança do transporte aéreo, depois de ter cortado vários de comunicação da empresa Navegação Aérea de Portugal com recurso a uma serra.

A ocorrência respeita a setembro de 2016, quando o homem de 32 anos subiu a vedação de segurança da empresa de radares, conforme informação avançada pelo Departamento de Investigação Criminal do Funchal.

Após o crime, o homem fugiu da Madeira para Lisboa e posteriormente seguiu para França, tendo voltado recentemente a Portugal.

Após a detenção, o suspeito foi presente às autoridades esta segunda-feira, aguardando agora julgamento em prisão preventiva.