Sociedade

Português desaparecido em Paris foi internado para avaliação psiquiátrica

Sérgio Machado esteve duas semanas em casa de um desconhecido

O jovem que estava desaparecido há duas semanas, desde 26 de dezembro, foi internado no serviço de psiquiatria do Centro hospitalar Robert-Ballanger, nos arredores de Paris,

Sabe-se agora que Sérgio Machado passou estas duas semanas em casa de um desconhecido.

O jovem está internado desde esta tarde “com lesões traumáticas, ainda sem se conhecer verdadeiramente o que as causou", afirmou fonte ligada à família à agência Lusa.

De acordo com a polícia francesa, Sérgio Machado esteve alojado duas semanas em casa de uma pessoa que "não o conhecia inicialmente".

Trata-se de alguém que pensou que o jovem português era “um refugiado sírio ou uma pessoa com necessidades e acolheu-o em casa dele. É um jovem bipolar, que não é capaz de se desenrascar sozinho. O senhor alojou-o durante as duas semanas, o tempo em que esteve desaparecido. Quando foi a um bar com o rapaz, uma das pessoas que estava lá e que tinha ouvido falar de um desaparecimento preocupante, assinalou-o [à polícia]", explicaram as autoridades francesas, citadas pela Lusa.

Esta versão difere das declarações do gabinete do secretário de Estado das Comunidades que tinha dito, esta quinta-feira, que o jovem, alegadamente bipolar, teria estado em casa de um amigo.