Sociedade

Miguel Guimarães é o novo bastonário da Ordem dos Médicos

Médico obteve 73,7% dos votos na eleição de quinta-feira

Miguel Guimarães é o novo bastonário da Ordem dos Médicos. O especialista em urologia do hospital de São João tinha sido, até agora, o presidente do Conselho Regional do Norte da Ordem dos Médicos.

Durante a madrugada, a campanha de Miguel Guimarães deu indicações de que este seria o resultado da eleição de quinta-feira. "Este resultado constitui um estímulo acrescido para o projecto que Miguel Guimarães apresentou a sufrágio, assente num reforço da relação médico-doente, na valorização profissional dos médicos, na preservação da qualidade formativa dos internatos, na reorganização interna da Ordem dos Médicos e na participação activa desta instituição na definição das políticas públicas de saúde", referiu em comunicado a direção de comunicação da candidatura do médico. 

Os resultados foram entretanto divulgados. Miguel Guimarães reuniu 73,7% dos votos dos médicos. Participaram no sufrágio 14 685 clínicos, 29% dos inscritos na Ordem.

Álvaro Beleza foi o primeiro candidato derrotado a reagir a esta eleição e considerou que, apesar de não esperar este desfecho, foi “um resultado essencialmente positivo” e que “ao votarem de forma maciça, os médicos portugueses mostraram que estão mobilizados para liderarem o sistema de saúde do país”.

Miguel Guimarães vai suceder a José Manuel Silva, que esteve dois mandatos à frente da Ordem dos Médicos. Tomou posse em 2011. Guimarães será bastonário até 2019.

Recorde a entrevista que Miguel Guimarães deu ao i durante a campanha eleitoral.

O bastonário cessante, José Manuel Silva, já reagiu. "Preparem-se, porque não vai ser nada fácil! Podem contar com a minha colaboração sincera e desinteressada em tudo o que necessitarem, como sei que poderão contar com o esforço de todos os médicos. Unidos somos mais fortes, em defesa dos Médicos, dos Doentes e da Qualidade da Saúde", disse o médico no Facebook.

*Notícia atualizada às 15h com os resultados da eleição de quinta-feira.