Economia

Crédito à habitação. Taxa de juro desce em dezembro

O capital médio em dívida reduziu-se 766 euros em 2016 face ao ano anterior.

A taxa de juro implícita no crédito à habitação desceu de 1,032% em novembro para 1,028% em dezembro, com a prestação média a manter-se nos 237 euros pelo quarto mês consecutivo. Os dados foram revelados, esta segunda-feira, pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).

Nos contratos celebrados nos últimos três meses, a taxa de juro implícita desceu 0,058 pontos para os 1,879% em dezembro.

No destino de financiamento aquisição de habitação, o mais relevante no crédito à habitação, a taxa de juro implícita no conjunto dos contratos foi 1,043% (1,047% no mês anterior), enquanto nos contratos celebrados nos últimos três meses passou de 1,917% em novembro, para 1,857% em dezembro.

Para o conjunto de 2016, de acordo com o INE, a taxa de juro média anual para o total do crédito à habitação fixou-se em 1,099%, diminuindo 0,170 pontos base face ao observado no ano anterior.

O capital médio em dívida reduziu-se 766 euros em 2016 face ao ano anterior, tendo a prestação média anual vencida diminuído três euros, para 238 euros, refere.