Economia

Promoções. Portugueses cada vez mais rendidos aos saldos nos supermercados

 As promoções continuam a conquistar muitos portugueses. Na verdade, mais de 60% procura comida e bebidas que estejam em promoção nos supermercados.

De acordo com o mais recente estudo TGI da Marktest, os saldos e promoções já se tornaram um hábito para os consumidores nacionais. Os dados revelam que 62,2% dos residentes em Portugal Continental, com 15 ou mais anos, admitem procurar promoções nas idas ao supermercado.

A comida e as bebidas aparecem no início da lista dos produtos que os portugueses mais querem comprar em promoção. De seguida, aparecem os produtos de lar, que são seguidos dos produtos de higiene e cosmética.

Em relação às características dos consumidores, a análise mostra que é entre os mais jovens que se regista maior preocupação com os preços mais baixos. São também os consumidores das classes sociais mais altas que mais procuram promoções na hora de comprar.

Promoções nos hipers esmagam produtores

Na hora de comprar, as promoções oferecidas em supermercados e hipermercados ditam, muitas vezes, as escolhas dos consumidores. Mas são também estas promoções que acabam por esmagar as margens dos produtores.

Nos últimos meses, têm-se multiplicado as manifestações nos setores do leite e da carne de porco e uma das queixas é exatamente o efeito que as promoções acabam por ter.

No ano passado, Carlos Neves, presidente da Associação dos produtores de leite de Portugal (Aprolep), chegou mesmo a explicar que, muitas vezes, “a margem está completamente esmagada”. Apesar de não venderem diretamente aos hipermercados, o presidente esclarece que vendem “à indústria e, claro, que eles fazem as contas deles e tiram a sua margem”: “O produtor é o elo mais fraco. Não podemos ir aos nossos fornecedores negociar o preço dos tratores ou da luz. Estamos no fim da cadeia e somos nós que temos de aguentar o prejuízo”.