Vida

Foi esfaqueada 32 vezes pelo ex-namorado e agora vai casar com bombeiro que a salvou

O casamento está marcado para março.

Depois da situação traumática, Melissa vai agora casar com o bombeiro que a salvou. 

Melissa tinha 20 anos quando foi atacada por Robert Burton. No início do namoro era "encantador", "engraçado" e "gentil", contou à BBC.

Conheceram-se no ensino secundário e estavam juntos há algum tempo quando Robert começou a mudar o seu comportamento: “Eu reparei na mudança de comportamento quando comecei a candidatar-me a universidades”, ele tornou-se muito ciumento, contou Melissa.

Quando a norte-americana tentou terminar a relação, Robert ameaçou suicidar-se. À medida que o relacionamento evoluía, o ex-namorado de Melissa ia tendo comportamentos cada vez mais agressivos, até que, em outubro de 2011, espancou Melissa.

“Ele começou a bater-me e a dar-me murros. Eu consegui fugir e chamar a polícia”. Robert foi preso por violência doméstica e condenado a passar 10 horas na prisão. 

Passado alguns meses, no dia 24 de janeiro de 2012, Robert ligou a Melissa e pediu para a ver uma última vez: “Ele tinha ido a tribunal naquela manhã por causa de violência doméstica e disse que queria terminar a nossa terrível relação e dar-me um abraço”. “Eu ignorei a minha intuição que dizia que era má ideia e esse foi o meu maior erro”.

Quando os dois se encontraram, Robert fingiu que ia abraçar a rapariga e começou a esfaqueá-la com um canivete.

Duas pessoas assistiram a toda a situação e ligaram para a polícia, mas isso não o impediu de continuar. “Depois de vê-los [aos jovens] foi buscar uma faca à carrinha e atacou-me”, descreve Melissa.

“Ele deixou-me deitada na estrada e eu pensei que ia morrer”. A jovem foi encontrada pela polícia e transportada de imediato para o hospital de helicóptero.

Melissa tinha vários ferimentos e traumatismos, inclusivamente o nervo facial, que lhe provocou uma paralisia do lado direito da cara, e recebeu 12 unidades de transplante de sangue: “os cirurgiões disseram-me que eu morri várias vezes na mesa de operações e que tiveram de ressuscitar-me muitas vezes”. "Foi um milagre ter sobrevivido”, contou.

Robert foi preso e condenado a prisão perpétua.

Melissa utilizou a sua experiência para ajudar pessoas na mesma situação e começou a dar palestras. Num dos eventos, a jovem encontrou Cameron Hill, um dos bombeiros da equipa de emergência que a ajudou quando esta foi esfaqueada.

Em agosto de 2013, Melissa teve de testemunhar em tribunal contra o ex-namorado e foi Cameron que a acompanhou e apoiou nesta situação.

Esta história levou um novo rumo quando, em 2015, Cameron pediu Melissa em casamento no estádio de beisebol dos Tampa bay Rays.

O casamento de ambos já está marcado para março.