Desporto

Inglaterra. United goleia, Hull cai na Taça

Red Devils venceram por 4-0; homens de Marco Silva perderam 4-1

Tarde tranquila para o Manchester United de José Mourinho, que assegurou a qualificação para a quinta eliminatória da Taça de Inglaterra com um concludente 4-0 sobre o secundário Wigan.

O treinador dos Red Devils aproveitou para mexer na equipa, dando oportunidade a jogadores menos utilizados, com destaque para o alemão Schweinsteiger – somava apenas 16 minutos esta temporada e não era titular desde 9 de janeiro... de 2016. E o médio de 32 anos viria a mostrar serviço: aos 44’, assistiu Fellaini para o primeiro golo do jogo. E aos 81’, ele próprio faturou, com uma espécie de mini-pontapé de bicicleta na pequena área do Wigan, selando assim o triunfo.

Pelo meio, o central Smalling (57’) e o médio Mkhitaryan (74’) já haviam dado corpo ao confortável triunfo. Tão confortável, que Mourinho decidiu premiar o jovem guardião português Joel Pereira, acabado de regressar de empréstimo ao Belenenses: lançou-o aos 80’, promovendo a estreia absoluta na primeira equipa dos Red Devils.

Pelo contrário, o Hull City teve uma tarde para esquecer, na que foi a pior exibição desde que Marco Silva assumiu o comando da equipa: 1-4 perante o secundário Fulham. Evandro, ex-FC Porto, até se estreou a marcar pelos Tigers, mas essa foi mesmo a única nota positiva do encontro para o técnico português, que ainda assistiu a um momento inusitado: Abel Hernández falhou dois penáltis... no mesmo minuto (87’). Após permitir a defesa do guardião Bettinelli, o extremo uruguaio foi derrubado por este e teve nova oportunidade... mas voltou a atirar contra as suas pernas. Desinspiração total.