Desporto

Ténis. Federer de regresso ao top-10 do ranking ATP

Serena Williams reassume a liderança da hierarquia feminina


Roger Federer regressou ao top-10 do ranking ATP. O tenista suíço, que esteve parado na segunda metade de 2016 por lesão, entrou no Open da Austrália no 17º posto da hierarquia mundial, mas acabou por vencer o Grand Slam em Melbourne, subindo assim sete posições e fixando-se no décimo posto.

Rafael Nadal, derrotado na final por Federer, também subiu - no caso, três lugares: é agora sexto. Na frente continua Andy Murray, que não foi além dos oitavos de final na Austrália, perseguido por Novak Djokovic, que fez ainda pior: caiu logo na segunda ronda. Já os portugueses João Sousa e Gastão Elias, ambos eliminados na primeira ronda, tiveram sortes diferentes: o primeiro desceu quatro lugares (é agora 41º), enquanto o segundo subiu um (é 76º).

Na classificação feminina, Serena Williams, campeã na Austrália, voltou ao primeiro posto, que roubou à alemã Angelique Kerber. Aos 35 anos, a tenista norte-americana, que bateu a irmã Venus na final, regressa ao posto que tem sido seu na maior parte dos últimos 15 anos. A melhor portuguesa continua a ser Michelle Larcher de Brito, apesar da queda de 15 lugares nesta atualização: ocupa agora a posição 245.