Internacional

Obama acusa Trump de por "valores americanos em risco"

O ex-presidente americano lançou um comunicado à imprensa

Barack Obama juntou-se ao coro de vozes em protesto pela ordem executiva de Donald Trump, seu sucessor na Casa Branca.

Trump proibiu cidadãos de sete países de cultura islâmica de entrarem nos Estados Unidos da América, fazendo com que vários viajantes ficassem retidos em aeroportos ou impedidos de embarcar no país de origem.

Segundo o porta-voz de Obama, tal vai contra "os valores americanos", visto que o recém-eleito presidente Trump "discrimina em função da fé e da religião".

Milhares de norte-americanos reuniram-se junto do aeroporto JFK, em Nova Iorque, em manifestação de solidariedade para com os visados.