Economia

Está a chegar o fim do roaming no estrangeiro

O Conselho da União Europeia anunciou esta quarta-feira, em comunicado, que chegou a um acordo informal.


Depois de ter sido feito um anúncio sobre a vontade de terminar com as taxas abusivas de roaming, o Conselho da União Europeia anunciou esta quarta-feira que já chegou a um acordo informal sobre o fim das tarifas fora do país de origem.

A partir do dia 15 de junho de 2017, as operadoras vão deixar de ter liberdade para definirem os preços que querem.

Os 0,05 cêntimos por minuto vão passar a ser 0,032 cêntimos, para chamadas de voz em roaming e os 0,02 cêntimos para mensagens escritas passam agora a ter um valor fixo de 0,01 cêntimos por minuto.

Estes são os preços máximos que as operadoras podem cobrar pelo roaming. Relativamente aos dados móveis, os atuais 50€ por gigabyte passam para 7,7 euros. O preço tem tendência a diminuir, sendo que a partir de 2018, o valor passa a ser de 6 euros, em 2019 passa para 4,5 euros, em 2020 para 3,5 euros, em 2021 para 3 euros e em 2022 passará para 2,5 euros.

Este acordo foi estabelecido pelo Conselho da União Europeia, pela Comissão Europeia e pelo Parlamento Europeu. Estas novas regras ainda não são oficiais pois têm agora de ser confirmadas pelos deputados europeus e pelos Estados-membros. 

Os comentários estão desactivados.