Economia

Crescimento inglês revisto em alta

O Banco de Inglaterra reviu em alta de 1,4% para 2%, a previsão de crescimento para 2017. A taxa de jura manteve-se inalterada. 

Em 2016 o Produto Interno Buto (PIB) britânico cresceu 2% em 2016, menos 0,2% que no anterior, mas mais do que os analistas antecipavam depois do referendo que decidiu a favor do Brexit.

O governador do Banco de Inglaterra (BoE) disse que a melhoria das previsões não significa que a decisão de saída do Reino Unido da União Europeia esta livre de consequências.

"A viagem do Brexit só agora está a começar. Apesar de a direção ser clara, haverá curvas e contracurvas ao longo do caminho”, disse Mark Carney em conferência de imprensa.

O Banco de Inglaterra estima também que PIB britânico cresça 1,6% em 2018, face aos 1,5% anunciados em novembro e 1,7% em 2019. Há três meses a previsão era de 1,6%.

Na sua reunião de política monetária o BoE manteve inalterada nos 0,25% a taxa de juro de referência e o programa de estímulos nas 445 mil milhões de libras (520,8 mil milhões de euros.

A previsão é que a inflação se fixe nos 2,7% em 2017, só baixando para 2,4% em 2019. O objetivo era de 2%.