Desporto

Arsenal perde com Chelsea e jogador põe 'like' em post que quer demitir Wenger

O treinador dos 'gunners' sofre contestação dos adeptos e Oxlade-Chamberlain não ficou indiferente

Arsene Wenger, que assistiu ao jogo de hoje nas bancadas, por suspensão, está em apuros. O Arsenal perdeu com o Chelsea por 3-1 e os fãs dos 'gunners' começam, a ficar saturados. Alex Oxlade-Chamberlain, o extremo da equipa de Wenger que foi titular na partida, gostou de um tweet que dizia: "Wenger tem que sair!" depois o Arsenal sair derrotado em Stamford Bridge, estando a 12 pontos do primeiro lugar. Aí, está a equipa de Antonio Conte. E não parece que de lá sairão. 

Depois de um golo polémico na primeira parte, em que Marcos Alonso, do Chelsea, abriu o marcador a seguir a uma cotovelada no defesa adversário, os 'blues' continuaram por cima.

Corriam os 53 minutos e Eden Hazard fez magia. Meio-campo corrido, médio do Arsenal batido, dois centrais passados e um golo do outro do mundo na baliza de Petr Cech. O treinador do Arsenal, Arsene Wenger, de mãos na cabeça. 

Aos 86, Cech, talvez por nostalgia, passou a bola ao ex-companheiro Cesc Fabregas, que lhe fez um bonito chapéu, mas que não celebrou por respeito à sua antiga equipa.

No tempo de compensação, Olivier Giroud, do Chelsea, marcou o golo de honra dos gunners, a cruzamento de Nacho Monreal.