Sociedade

Portugal desperdiça cerca de 100 milhões de euros por ano em matéria orgânica

Apenas 500 toneladas de lixo são valorizadas, num total de 1,86 milhões de toneladas de biorresíduos

A associação Zero alerta : Portugal desperdiça cerca de 100 milhões de euros por ano em matéria orgânica.

Constas feitas pela associação ambientalista, por ano, das 1,86 milhões de toneladas dos bioresíduos presentes nos resíduos sólidos urbanos nacionais, mais de 1,3 milhões de toneladas continuam a ser encaminhados para aterro e para incineração, enquanto apenas 500 toneladas são valorizadas. « Significa isto que, anualmente, é desperdiçado um enorme potencial de produção de energia renovável que poderia ser injectada na rede eléctrica nacional para consumo dos portugueses e que são inutilizados milhares de toneladas de nutrientes - e também matéria orgânica - que poderiam ser devolvidas aos solos », explica a Zero, em comunicado.

Ao todo, 40% do total daquilo que os portugueses deitam ao lixo corresponde a bioresíduos que podem ser valorizados. Estima-se que sejam desperdiçados 100 milhões de euros por ano em matérias fertilizantes orgânicas, nomeadamente nutrientes como o azoto, o fósforo e o potássio, aqueles que as plantas mais necessitam para completar o seu ciclo biológico.