Economia

Página do Turismo de Portugal no Facebook em queda livre depois de críticas de Rui Moreira

Página do Turismo de Portugal no Facebook continua a somar votações negativas.

O Porto foi distinguido como o melhor destino europeu para 2017, batendo 19 concorrentes, nomeadamente, grandes capitais europeias como Paris, Roma, Berlim ou Londres. No entanto, a vitória da cidade portuguesa criou uma grande polémica interna. Enquanto os portugueses festejavam a conquista na competição promovida pela European Consumers Choice, o Turismo de Portugal mantinha o silêncio não fazendo qualquer referência ao feito.

As críticas não tardaram a chegar e o verniz estalou quando Rui Moreira, presidente da Câmara do Porto, atacou o Turismo de Portugal no Facebook: “O Turismo de Portugal não se empenhou na campanha para Melhor Destino Europeu pelo Porto, ao contrário do que fez há dois anos por Lisboa (que perdeu). Talvez por isso agora ignore o feito de uma cidade que é um feito de um país”.

Depois do desabafo feito nesta rede social, multiplicaram-se comentários contra a posição do Turismo de Portugal. Os comentários negativos acabaram por encher a página e a avaliação começou a baixar rapidamente. A página, que há poucos dias, tinha uma classificação de 4,6 estrelas, passou a ter apenas 1,6 estrelas (em cinco possíveis). Uma verdadeira queda a pique para o instituição pública. Até porque Rui Moreira não se ficou pela crítica, em jeito de desabafo, no Facebook.

Também na coluna de opinião, que tem no Correio da Manhã, fez saber que considera que o Turismo de Portugal é “incapaz de reconhecer que com pouco dinheiro se pode fazer mais pela promoção de Portugal do que com milhões enterrados em projetos sem visibilidade. Enquanto festejávamos, a página oficial deste organismo, que se diz nacional, partilhava um concurso de ideias… em Lisboa”.

O Turismo de Portugal acabou por voltar a fazer uma partilha a dar conta de que o Porto tinha ganho a competição, mas as críticas continuaram a existir. Muitos utilizadores consideraram que o feito em questão merecia mais destaque.

A verdade é que quando a escolha foi conhecida, o Turismo de Portugal não colocou nenhuma informação nem no site Visit Portugal, nem na página que é dedicada à região norte do país.  A única referência era um curto comunicado a dizer: “A escolha de uma cidade vencedora, por viajantes de todas as partes do mundo, nunca fora tão unânime. O Porto foi eleito pela terceira vez (2012,2014, 2017) o melhor destino europeu para visitar em 2017”.

Nos vários posts da página espalharam-se comentários a acusar o Turismo de Portugal de “apenas considerar Lisboa”.
Uma crítica que Rui Moreira também acabou por fazer. Em declarações ao Público, garantiu: “Quando Lisboa concorreu, o Turismo de Portugal fez cinco ações de promoção, este ano, fez zero. A única coisa que fez foi colocar um post no Facebook”.