Vida

Luxemburgo. Morte de criança portuguesa está a ser investigada

A família está agora a aguardar a autópsia ao corpo 

Na passada quarta-feira, Enzo, um menino de quatro anos, queixou-se aos pais que tinha fortes dores de estômago e vómitos. No hospital Emile Mayrich, foi-lhe diagnosticada uma gastroenterite.

A criança teve alta hospitalar e regressou a casa medicada. No entanto, as dores não pararam e tornaram-se mais graves, o que fez com que na noite de sexta-feira para sábado, os pais de Enzo o voltassem a levar ao hospital.

Nessa noite, o menino fez análises e foi colocado a soro para não ficar desidratado. O resultado apontou para problemas intestinais mas, antes de ter sido transferido para um outro hospital onde iria fazer um ultrassom, Enzo morreu (no sábado).

A família está indignada com a situação e a mãe, uma portuguesa de 26 anos, pretende saber o que é que realmente se passou, “queremos entender o que aconteceu”. A família aguarda agora os resultados da autópsia, antes de agir em relação a uma possível negligência médica.