Cultura

Adele não chegou a partilhar o Grammy com Beyoncé

Adele partiu a estatueta que lhe tinha sido atribuída para a dividir com Beyoncé, mas tal não aconteceu  


A noite de domingo à noite foi memorável para Adele. A cantora britânica levou para casa cinco prémios na 59º edição dos Grammys, incluindo o de melhor gravação, melhor canção do ano e melhor álbum ("25").

Neste último, Adele lamentou não ter sido Beyoncé a merecedora do troféu e decidiu partir a estatueta que lhe tinha sido atribuída para a dividir com ela.  

"Não posso aceitar este prémio. A artista da minha vida é Beyoncé. O seu álbum Lemonade é tão monumental, tão bem concebido, tão belo e tão cheio de alma", disse no seu discurso.

"Adoro-te. Sempre te adorei e vou sempre adorar-te” concluiu, acabando por “partir” o prémio para entregar a Beyoncé.

No entanto, tal não aconteceu. Num vídeo partilhado pela Academy of Recording Arts and Sciences no Youtube mostra Adele a entregar a estatueta danificada a um membro da organização nos bastidores da cerimónia, recebendo em troca um novo, inteiro.