Sociedade

McCann contestam decisão de Supremo

Pais de Maddie McCann querem reverter a sentença a favor do ex-inspetor da Polícia Judiciária, Gonçalo Amaral

McCann contestam decisão de Supremo

O casal não aceita a decisão do Supremo Tribunal de Justiça português, que rejeitou o seu recurso e prepara-se agora para nova batalha jurídica. Segundo confirmou o advogado de Kate e Gerry McCann ao jornal “The Independent”, os McCann vão usar o dinheiro ainda existente no fundo Find Madeleine nesta nova batalha, tentando assim reverter a decisão do Supremo, que reafirmou a anterior decisão – de abril de 2016 – do Tribunal da Relação, ilibando dessa forma o ex-inspetor a pagar uma indemnização de 500 mil euros.

O processo diz respeito ao livro “A Verdade da Mentira”, que Gonçalo Amaral escreveu em 2008 e no qual defende a tese de que terá sido o casal a simular o rapto da criança de três anos para, desta forma, esconderem um acidente que terá acontecido no apartamento da Praia da Luz, no Algarve, em 2007. À data, os McCann ainda tentaram, através de uma providência cautelar, retirar o livro das livrarias, mas sem sucesso.

Agora, com esta decisão, Gonçalo Amaral poderá exigir uma indeminização pelos danos causados, bem como exigir o pagamento das custas do tribunal.

Os comentários estão desactivados.