Politica

CGD: PSD e CDS querem suspender Comissão

PSD e CDS entregaram hoje um requerimento para que os trabalhos da Comissão de Inquérito à GGD sejam "suspensos" até que transite em julgado a decisão do Tribunal da Relação que obriga Caixa, Banco de Portugal e CMVM a entregar documentos sobre as imparidades do banco público.

"Esta Comissão de Inquérito tem de continuar os seus trabalhos", defendeu o deputado social-democrata Hugo Soares, garantindo que nunca esteve em causa o PSD abandonar os trabalhos.

"A verdade não prescreve", disse aos jornalistas no final da reunião de coordenadores da Comissão, que decorreu à porta fechada.

Em causa está uma decisão da Relação ainda pendente de reclamações que autoriza o acesso à informação sobre as imparidades do banco.

A decisão sobre a suspensão requerida por PSD e CDS só deverá, contudo, ser tomada na próxima reunião da Comissão, na quarta-feira da próxima semana.

Hugo Soares  anunciou, entretanto, que o PSD indicou o deputado Emídio Guerreiro para substituir Matos Correia na presidência da Comissão.

"O que aconteceu durante a última semana foi demasiado grave e não prestigiou em nada a Comissão de Inquérito", comentou Hugo Soares, considerando que houve um "boicote ao funcionamento da Assembleia da República".