Economia

Inflação da zona euro aproxima-se da meta do BCE

A taxa de inflação na zona euro aumentou para 1,8% em janeiro, aproximando-se da meta do Banco Central Europeu (BCE) - próxima, mas abaixo de 2%.

De acordo com o Eurostat a subida dos preços nos países da moeda única deveu-se sobretudo a aumentos nos combustíveis para transportes.

O gabinete de estatísticas da União Europeia revela ainda que em dezembro de 2016 a taxa era de 1.1% e em janeiro do ano passado 0,3%.

Na média anual do ano passado para a zona euro, a inflação ficou nos 1,3%, com os valores mais altos a serem registados na Bélgica (3,1%), Letónia (2,9%) e Espanha (2,9%) e os mais baixo na Irlanda (0,2%).  

O presidente do banco central, Mario Draghi revelou no final do ano passado que o programa de compra de ativos se mantém até que o Índice de Preços do Consumidor atinja a meta fixada pelo BCE,

Agora que o valor está próximo a pressão para que a instituição com sede em Frankfurt mude a sua política monetária e suba as taxas de juro de referência.