Economia

Aeroporto do Montijo. Quem está a favor e contra

Desde que o Montijo começou a ser apontado como a opção mais certa, começaram a multiplicar-se posições tanto a favor como contra. Há para todos os gostos.

A favor:

António Costa
Para o governo, o Montijo é a melhor opção para solucionar a falta de capacidade de Lisboa. António Costa sublinha que falamos de uma solução que tem de servir uma região.

Pedro Marques
Para o ministro do Planeamento e Infraestruturas, a opção Montijo só pode ganhar pontos por vários motivos. Embora exista quem questione o facto de Pedro Marques viver no Montijo e já ter estado naquela autarquia. 

População local
No geral, a ideia foi bem recebida por quem vive no Montijo, principalmente, porque não falta quem se queixe de excesso de “sossego”. Para a população é uma promessa de desenvolvimento e de emprego. 

ANA Aeroportos
Para a  gestora dos aeroportos nacionais, esta é a “melhor solução para Lisboa e o país”. “Se eu tivesse de tomar a decisão, seria com certeza essa”, esclareceu o presidente do conselho de administração ainda no ano passado.    

Marcelo Rebelo Sousa
Durante um evento em Alverca, Marcelo Rebelo de Sousa fez saber que o novo aeroporto deve ter o nome do antigo chefe de Estado, Mário Soares. Uma “homenagem justa a quem serviu o país”. Mas a proposta está longe de ser consensual.


Contra:

Ambientalistas
A associação ambientalista Zero defendeu que a solução Montijo tem vários pontos críticos, nomeadamente as consequências ao nível das acessibilidades, conservação da natureza, ruído e poluição do ar. 

Municípios
Os Municípios da Região de Setúbal são contra a ideia de ter um aeroporto complementar no Montijo. A posição foi anunciada pela associação que os representa, a AMRS, e que garante que vai pedir uma reunião urgente com António Costa.

Força Aérea
Será entregue, em abril, a conclusão de um estudo que está a ser feito para analisar as consequências de misturar o uso militar da base com o comercial.

Pilotos
Também os pilotos avisam que a base no Montijo jamais poderá ser usada como alternativa nos voos de longo curso caso uma das pistas do aeroporto de Lisboa seja desativada. 

Engenheiros
O bastonário da Ordem dos Engenheiros já fez saber que as acessibilidades ao novo aeroporto devem ser tidas em conta. Desde cedo foi sublinhado também que não tinha sido dado conhecimento de nenhum estudo sobre o novo aeroporto, apesar de ter sido pedido ao governo que o facultasse.