Sociedade

Mulher é detida por burlar centenas de pessoas

A mulher era proprietária de uma agência de viagens no Montijo.

Uma mulher, de 33 anos, foi detida pela Polícia Judiciária de Setúbal por ter alegadamente burlado centenas de pessoas em 200 mil euros, a partir de uma agência de viagens no Montijo.

A detenção surge seis meses depois do Turismo de Portugal ter emitido um alerta a todos os consumidores que recorreram aos serviços da agência de viagens Pacote Glamour Viagens e Turismo.

Segundo a PJ, a mulher "apropriou-se inteiramente dos valores entregues por alguns dos clientes”, sendo que alguns chegaram aos locais de destino sem qualquer reserva, o que obrigou a que suportassem os inerentes custos.