Desporto

França. Influência lusa em força na Ligue 1

Jardim, a reinar no Mónaco, recebe este domingo outra sensação portuguesa: Sérgio Conceição, em grande no Nantes

Mais um capítulo de português contra português na Liga francesa: este domingo, o super-Mónaco de Leonardo Jardim, líder isolado da Ligue 1 – e obrigado a vencer para manter distâncias para PSG e Nice –, recebe o emergente Nantes de Sérgio Conceição. Afundado na zona de despromoção à passagem da 16.ª jornada, o histórico clube gaulês apostou no antigo internacional luso e não estará certamente arrependido: em 11 jogos para o campeonato com Conceição no banco, o Nantes soma seis vitórias, três empates e apenas duas derrotas, ocupando agora um tranquilo 11.º posto, com sete pontos de vantagem sobre os lugares de perigo.

O último embate do Nantes já tinha sido contra outro português: Rui Almeida. O cenário em que o antigo adjunto de Jesualdo Ferreira chegou ao Bastia, de resto, foi muito semelhante ao do seu adversário da passada quarta-feira: o clube mergulhado nos últimos lugares (é penúltimo), com oito jogos seguidos sem ganhar. Para já, Rui Almeida, que fez um trabalho meritório na Ligue 2 pelo Red Star na temporada passada, entrou a somar: empate 2-2 com o Nantes, num jogo onde esteve quase 80 minutos reduzido a dez, vendo o adversário empatar nos descontos. Para estreia, não está mal – segue-se o sexto classificado, o Saint-Étienne, neste sábado.

Milhões em jogo

No sempre louco campeonato inglês, que abre no sábado com a receção do Manchester United de José Mourinho ao Bournemouth, destaque para o Leicester-Hull – mais um desafio para Marco Silva superar, frente ao renascido campeão inglês, agora sem Claudio Ranieri ao leme. E, no mesmo dia, um escaldante Liverpool-Arsenal: quem perder pode começar a hipotecar as aspirações milionárias da Champions League, até porque Tottenham (em casa com o Everton) e Manchester City (na visita ao Sunderland) estão à espreita para aproveitar o tropeção de um deles – ou ambos...