Desporto

Chapecoense num avião pela primeira vez após a tragédia na Colômbia

Clube brasileiro viajou para a Venezuela para disputar o primeiro jogo na Taça Libertadores

Dia marcante para a Chapecoense: na madrugada deste domingo, o clube brasileiro iniciou a primeira viagem internacional desde a tragédia sucedida em novembro passado, ao largo de Medellín, Colômbia, onde faleceu grande parte do plantel, além da equipa técnica e dirigentes.

Com uma equipa praticamente nova, onde se destaca o guardião Artur Moraes, ex-Braga e Benfica, a Chapecoense saiu de Chapecó rumo a São Paulo e daí para Maracaibo, com escala no Panamá. O conjunto canarinho defronta na terça-feira o Zulia FC, da Venezuela, em encontro que marca a sua estreia na Taça Libertadores, a principal competição continental de clubes da América do Sul - para a qual ganhou bilhete após lhe ter sido atribuída vitória simbólica da final da Copa Sul-Americana, que não chegou a disputar devido ao trágico acidente.

Antes da viagem, que dura umas intermináveis 27 horas, jogadores e membros do staff posaram para a fotografia, mostrando que o passado aos poucos vai ficando para trás das costas.