Politica

Jerónimo de Sousa. “A igualdade está longe de ser uma realidade na vida das mulheres portuguesas”

“Há 43 anos, qualquer mulher receberia sempre menos 10% do que os homens”, recorda o secretário geral do PCP, lembrando que a norma foi revogada mas que o caminho da paridade ainda está a ser percorrido.

“A igualdade está longe de ser uma realidade na vida das mulheres portuguesas”, afirmou Jerónimo de Sousa.

O líder comunista lembra que, para além da desigualdade salarial, as mulheres continuam a ser vítimas de violência doméstica, de violência no trabalho e que não têm as mesmas oportunidades de carreira.

Problemas que, afirmou Jerónimo de Sousa, precisam da mão firme do governo e de leis de proteção.