Desporto

João Sousa foi obrigado a cortar o chapéu a pedido do árbitro [vídeo]

O tenista português não reagiu bem.

João Sousa foi obrigado a cortar uma parte do seu chapéu pelo árbitro durante a segunda ronda do torneio de Indian Wells frente ao argentino Diego Schwartzman.

O árbitro brasileiro Carlos Bernardes chamou o português à cadeira central e deu-lhe uma tesoura para que cortasse um pequeno logotipo da marca que o patrocinava que estava na ponta do chapéu.

João Sousa reagiu com estupefacção: “Acha que alguém vê isto?! Por amor de Deus…”, disse o tenista, entre outros impropérios.

De acordo com as regras do torneio, os jogadores só podem ter um logo da marca que os patrocina no chapéu. João Sousa tinha um logo grande na parte frontal do chapéu e ainda o pequeno da parte de trás que o árbitro pediu para ser cortado.