Desporto

Fábio Coentrão pagou 4 mil euros pela carta de condução

O internacional português confessou que pagou 4 mil euros pela carta porque sem ajuda “não tinha passado”.


Fábio Coentrão confessou em tribunal ter pago 4 mil euros para ter “facilidades” no exame de código feito no Centro de Exames de Vila Verde, em 2012.

O futebolista do Real Madrid confessou que só saberia responder a metade das perguntas.

Coentrão disse ao tribunal de Braga que em 2012 tinha ficado sem carta e que, com a sua mudança para Madrid, a obtenção de uma nova carta seria “muito difícil”.

O internacional português foi ouvido na qualidade de testemunha e confessou que a escola de condução em causa, em Prado, Vila Verde, “facilitava” a vida aos alunos.