Internacional

Reino Unido arrisca perder negócio das companhias aéreas após Brexit

Empresas estão a receber alertas das autoridades europeias

Companhias áreas como a easyJet ou Ryannair poderão ter de mudar as suas sedes para outros países da União Europeia para manterem os voos continentais na Europa após o Brexit. A informação foi hoje avançada pelo “The Guardian”, que revela que os executivos das empresas estão a ser alertados por oficiais europeus para aquela que é uma das consequências da saída do Reino Unido da UE.

O diário adianta que algumas empresas com voos continentais estão à procura de alternativas para instalar os seus quartéis-generais. A indústria está ainda assim confiante de que possa ser encontrado um entendimento no âmbito das negociações do Brexit.