Tecnologia

Aplicação para telemóveis permite medir a qualidade do sémen

Por apenas quatro euros, vai ser possível medir a qualidade do sémen.

Esta aplicação foi desenvolvida pela Universidade de Harvard, nos EUA, e custará apenas quatro euros, diz o El País.

Para já, este dispositivo é ainda um protótipo, mas poderá vir a ajudar mais de 45 milhões de casais afetados pela infertilidade em todo o mundo.

Esta tecnologia funciona através de um microchip instalado no smartphone e de uma aplicação que guia o utilizador por todo o processo. Cada análise ao sémen demorará menos de cinco segundos.

Esta aplicação vai medir a concentração de espermatozoides no sémen do utilizador e, assim, medir a sua qualidade.