Sociedade

Amigo de Bárbara Guimarães diz que Carrilho lhe deu um pontapé na cabeça

Antigo ministro terá tentado arrombar a porta de casa do casal, acompanhado por um grupo de uma dezena de pessoas

Na audiência em tribunal, esta segunda-feira de manhã, Nuno Oliveira, amigo de Bárbara Guimarães, acusa Manuel Maria Carrilho de o ter agredido de forma violenta.

Nuno Oliveira acusa o antigo ministro de lhe ter dado um pontapé na cabeça, num dia em que Carrilho terá tentado arrombar a porta da casa onde antes vivia com Bárbara Guimarães, refere o Jornal de Notícias.

O amigo de Bárbara Guimarães contou que o antigo ministro estava acompanhado por um grupo de 10 a 12 pessoas, no qual estariam uma ou duas pessoas do "partido do professor", ou seja o PS. Nuno Oliveira, no entanto, não avançou com uma identificação, tendo apenas dito à advogada que as conhecia dos jornais e que "provavelmente teriam ocupado cargos públicos", cita o mesmo jornal.

A mesma testemunha adiantou ainda que Carrilho, nessa ocasião, insultou e ameaçou a apresentadora.

Estas declarações foram proferidas na sessão do julgamento que opõe a apresentadora e o seu ex-marido, acusado de violência doméstica, que contou com a presença na sala de julgamento de Bárbara e Carrilho.