Cultura

“The Knick” cancelada ao fim de duas temporadas

Série protagonizada por Clive Owen num hospital da Nova Iorque do início do século XX não terá terceira temporada.

A série de época de Steven Soderbergh passada num hospital de Nova Iorque não vai ter terceira temporada. A notícia não é uma surpresa completa, 15 meses depois do final da segunda temporada, que terminava com a morte da personagem principal, Dr. John W. Thackery (Clive Owen).

“Depois de uma segunda temporada de ‘The Knick’ aclamada pela crítica não continuaremos com mais episódios”, anunciou Kary Antholis, diretor de programação do canal por cabo Cinemax, onde era exibida a série. “Apesar do orgulho e do afeto que temos pela série, assim como o respeito e gratidão para com Steven Soderbergh e a sua equipa, decidimos que o horário nobre do Cinemax voltará a aos dramas de ação, muitos dos quais serão produzidos internamente.”

Estreada em agosto de 2014, “The Knick” deu a Clive Owen o seu primeiro papel de protagonista no formato televisivo, em que o Cinemax apostou por duas temporadas ainda antes da estreia do primeiro episódio da série que, apesar de bem recebida pela crítica, não teve o retorno esperado ao nível das audiências.

E o final da segunda temporada parece já ter sido pensado para a eventualidade deste desfecho. Em dezembro, quando já se suspeitava que a série pudesse ser interrompida, Jack Amiel, cocriador da série com Michael Begler, tinha dito que havia “muitas maneiras” de seguir com a história para uma terceira temporada depois da morte de Dr. Thackery, um médico em luta contra a dependência da cocaína enquanto dirigia a equipa de um hospital de Nova Iorque.

“A história deu uma volta. Todas as personagens começaram num lugar e terminaram noutro, estou muito satisfeito com o ponto em que estão as personagens”, disse então ao “Hollywood Reporter”. “Cada um chegou a um final; se ele é feliz ou não isso é irrelevante. Estão numa nova fase das suas vidas.”