Internacional

Parlamento escocês pede referendo pela independência

Depois do apelo de Nicola Sturgeon, a líder do Partido Nacional Escocês, o Reino Unido ficou mais próximo da desintegração 

Foi por dez votos que o parlamento escocês aprovou hoje o pedido formal para a realização de um referendo na Escócia para abandonar o Reino Unido. 69 a favor contra 59 contra.

Com o artigo 50 a ser acionado esta semana por Theresa May, a primeiro-ministro britânica, os escoceses planeiam argumentar que a saída da União Europeia por parte do Reino Unido – a concretização do ‘Brexit – altera as circunstâncias nacionais escocesas, justificando novo referendo à independência.

Para o governo de May, um referendo só será realizado depois de todo o processo de saída de modo ao povo escocês esatar devidamente informado de que relação, de facto, o Reino Unido terá (ou não) com a União Europeia.

Sturgeon, a líder política escocesa que encabeça a iniciativa, pede que “o governo do Reino Unido respeite a vontade do parlamento escocês”.​