Vida

Pediu donativos para tratar tumores mas afinal era tudo mentira

Paco Sanz conquistou o coração de muitos, incluindo da comunicação social, mas ao que parece não foi pelos melhores motivos.

O espanhol, de 46 anos, publicava vídeos a afirmar que sofriade síndrome de Cowden e durante cerca de dois anos pediu donativos para tratar dois mil tumores que dizia ter.

Paco era conhecida por ter dois mil tumores e agora foi detido, no passado dia 8 de março, juntamente com os seus pais, que também estavam envolvidos no esquema.

Na semana passada a sua noiva também foi detida e acusada do mesmo crime – apropriação indevida.

O homem pedia, frquentemente, ajuda nas redes sociais, queixando-se de sofrer, há vários anos, do síndrome de Cowden.

"Esta doença está a fazer crescer cerca de dois mil tumores. No entanto, vou fazer a minha vida o mais normal possível. Já se esgotaram os meus recursos e os da minha família para pagar o tratamento. As autoridades ignoram-me", escreveu o valenciano no seu perfil do Facebook.

Paco angariou cerca de 250 mil euros, quantia que gastou em 11 viagens aos Estados Unidos, num carro de luxo e em aparelhos tecnológicos de última geração.

Está agora a ser divulgado um vídeo pelo El País, onde o valenciano se ri da situação, enquanto encenava um dos seus esquemas para voltar a pedir dinheiro.