Sociedade

Hospital da Covilhã treina médicos com doentes virtuais

Inovação foi apresentada ontem no Centro Hospitalar Cova da Beira

Chama-se Body Interact e é uma mesa de simulação para treino com doentes virtuais. O dispositivo foi desenvolvido pela empresa portuguesa Take the Wind e foi apresentado ontem no Centro Hospitalar Cova da Beira, na Covilhã.

Segundo a instituição, a tecnologia associada ao Body Interact ajuda médicos, enfermeiros e alunos a treinar uma "intervenção de forma mais eficiente e consistente, mesmo perante situações novas e inesperadas".

Se por cá ainda é uma novidade, são muitos os testemunhos internacionais no site da empresa de faculdades e hospitais que já experimentaram a tecnologia. Melanie Sulistio, cardiologista em Dallas, assinala que este tipo de treino é chamativo para a geração do millennials, que representa os médicos mais jovens. “Querem ter acesso permanente a formação”, diz.

A tecnologia consiste num conjunto de algoritmos que replicam as respostas fisiológicas e permitem assim testar as decisões clínicas e intervenções. Os médicos podem fazer perguntas aos doentes e optar por um conjunto de exames, análises e prescrever, por exemplo, diferentes doses de medicação, permitindo a discussão conjunta dos casos.

A Take the Wind nasceu em Coimbra em 2008. No ano passado, a tecnologia Body Interact foi distinguida no 15ª Encontro Anual de Simulação em Cuidados de Saúde.