Sociedade

Um morto por dia nas estradas portuguesas

Em média, nos primeiros três meses deste ano, uma pessoa morreu vítima de um acidente rodoviário nas estradas portuguesas.

Em 90 dias - de 1 de Janeiro a 31 de Março - a Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR) contabilizou 97 mortes. Comparativamente a igual período de 2015, registaram-se menos 13 mortes.

Os dados da ANSR referem-se apenas aos óbitos declarados nos locais os acidentes ou a caminho dos hospitais.

Por distrito, Porto e Setúbal lideram em número de vítimas, com 14 mortos cada, logo seguidos por Lisboa e Santarém, com 13. 

Os dados divulgados pela ANSR, que junta as informações da GNR e da PSP, revelam que no primeiro trimestre deste ano a média diária de acidentes nas estradas nacionais atingiu as 335 ocorrências. No total do período aconteceram 30.152 acidentes rodoviários. Mesmo assim uma quebra de 1.132, quando se comparam estes dados com os dos três primeiros meses de 2015.