Economia

Austrália reclama impostos às multinacionais

A Austrália anunciou que apresentou a sete multinacionais com uma reclamação de impostos de milhares de milhões de dólares.

A conta é de 2,9 mil milhões de dólares australianos (2 mil milhões de euros) e foi apresentada a quatro empresas de energia e recursos e três companhias envolvidas no comércio electrónico. Os nomes não foram revelados.

“As nossas leis fiscais para as multinacionais estão a ter impacto e temos agora um dos regimes mais duros, se não o mais duro do mundo, de combate à evasão fiscal”, diz a autoridade tributária australiana (ATO na sigla inglesa) em comunicado. “As multinacionais estão a ser avisadas”.

Camberra quer terminar com a evasão fiscal pelas multinacionais, apresentando novas leis que incluem melhor protecção para aos delatores e penalizações mais severas para quem falhar o cumprimento das obrigações.

De acordo com o governo australiano, a ATO tem a decorrer 71 auditorias a 59 empresas multinacionais. A expetativa é que algumas delas acertem as contas e que outras as contestem em tribunal.