Desporto

Zlatan (ou Benjamin Button?) aproxima United da Champions

Sueco marca e dá a marcar no triunfo dos Red Devils em casa do último: 3-0 ao Sunderland. Os comandados de José Mourinho já mordem os calcanhares a City e Liverpool

Dê por onde der, não há nada a fazer: o Manchester United versão 2016/17 é Zlatan, Zlatan e mais Zlatan. Neste domingo, o sueco voltou a ser a figura maior no regresso dos Red Devils às vitórias - embora o 3-0 de ontem perca alguma magnitude pelo facto de ter acontecido no terreno do último, o cada vez mais condenado Sunderland, e com a equipa da casa reduzida a dez desde os 43 minutos, por expulsão (algo exagerada) do médio sueco Sebastian Larsson.

Seja como for, é indesmentível o contributo decisivo de Ibrahimovic: o astro sueco marcou o primeiro golo, aos 30’, num remate portentoso, apontando o 17º golo na Premier League - 28º no somatório de todas as competições. Voltaria a estar em evidência aos 89’, quando serviu Rashford para o 3-0 final. Antes, logo a abrir a segunda parte, Mkhitaryan já havia feito o segundo do conjunto de José Mourinho, que agora volta a estar mais perto dos lugares de acesso à Liga dos Campeões: está a quatro pontos do Manchester City e a seis do Liverpool, mas tem um jogo a menos que os Citizens e dois a menos que os Reds. E para a semana recebe o Chelsea...

No final da partida, novo momento Zlatan: o sueco (de quem se diz que só renovará com o United em caso de apuramento para a Champions) descreveu-se como um caso claro da síndrome de Benjamin Button. “Nasci velho e vou morrer jovem”, atirou o sueco, em alusão ao caso imortalizado em cinema por Brad Pitt.

Em Liverpool, outro jogo emocionante, com o Everton a bater o campeão Leicester por 4-2. Os Foxes entraram a perder mas empataram logo aos quatro minutos por Slimani (ex-Sporting), virando aos 10’. Mas os Toffees foram mais fortes, e ao intervalo já ganhavam novamente. Na segunda parte, Lukaku bisou - soma já 21 golos na prova - e selou o triunfo que deixa o Arsenal sob pressão, embora os Gunners ainda tenham três jogos a menos que o Everton (um dos quais a ser jogado esta noite, no terreno do Crystal Palace.

 

nerazzurri em queda Vida difícil está a ter o Inter de Milão. Com João Mário novamente no banco (entrou aos 81’), os Nerazzurri foram derrotados em casa do modesto Crotone (2-1), somando o segundo desaire consecutivo - e o terceiro jogo sem ganhar. Assim, caíram para o sétimo posto da Série A, a dois pontos do arquirrival AC Milan, que goleou o Palermo (4-0), uma semana antes do dérbi entre ambos.

Lá na frente, tudo na mesma: a Roma foi vencer a Bolonha por 3-0 e continua no segundo lugar, a seis pontos da líder Juventus. Em terceiro segue o Nápoles, após demonstração de força no reduto da Lázio, quarta classificada: vitória também por 3-0. Os napolitanos têm agora sete pontos de vantagem sobre o adversário deste domingo. Estão, por outro lado, a quatro pontos da Roma e a dez da Juve.

Destaque ainda para o golaço de Bruno Fernandes no empate da Sampdoria com a Fiorentina de Paulo Sousa: 2-2. A Samp ocupa o nono lugar; a Fiore está logo acima. Já o Cagliari, com Bruno Alves no centro da defesa, perdeu em casa com o Torino (2-3) e é 13º.

 

#SerieATIM#PortugueseDiaspora
Bruno Fernandes adiciona mais um tento pela 'Samp', com movimentação de deixar... https://t.co/t6UqRTd6nU

— AVC (@valentetony) 9 de abril de 2017