Internacional

A imagem que está a enfurecer o governo russo

Partilha desta ilustração é punida com uma multa de 3 mil rublos e 15 dias de detenção administrativa.

Putin maquilhado sobre um fundo com as cores da bandeira gay num protesto contra a homofobia do presidente russo. Imagem criada em 2013, um ano depois da aprovação de um pacote de leis homofóbicas, entre as quais a punição de publicações que sugerissem que a homossexualidade uma “conduta aceitável”, que agora se tornou viral por todo o mundo com a hashtag #Putinsofab, enfurecendo o governo russo, que a incluiu na lista dos conteúdos que não podem ser partilhados online.

Quem partilhar esta ilustração de Putin como palhaço gay em território russo, informou o Ministério da Justiça, citado pelo Moscow Times, está sujeito a uma multa de 3 mil rublos (30 euros) e 15 dias de detenção administrativa. A imagem, catalogada com o número 4071 na lista dos materiais extremistas da Rússia, é descrita como "um cartaz que mostra um homem parecido ao presidente russo, Vladimir Putin, com maquilhagem na cara, pestanas e lábios",  em que "o autor ou autores sugerem no presidente uma orientação sexual não standard".