Desporto

Brasil. Fair-play de Rodrigo Caio no escaldante São Paulo-Corinthians (com vídeo)

Defesa do São Paulo disse ao árbitro que havia sido ele a chocar com o seu guarda-redes, levando o juiz a voltar atrás no amarelo mostrado a Jô, avançado do Timão

Brasil. Fair-play de Rodrigo Caio no escaldante São Paulo-Corinthians (com vídeo)

Um bom exemplo que chega do futebol brasileiro, que volta e meia é marcado por situações que em nada prestigiam o desporto. Desta vez, porém, não é o caso. Na primeira mão das meias-finais do Campeonato Paulista, a opor o São Paulo ao Corinthians - um dos dérbis mais quentes do Brasil -, uma decisão do árbitro acabou por ser revertida pela ação de um defesa do Tricolor paulista.

Tudo aconteceu aos 39 minutos, quando o Timão já vencia por 1-0 (terminou 2-0). Após sair a uma bola dividida com Jô, avançado do Corinthians, o guarda-redes do São Paulo Renan Ribeiro acaba por ficar maltratado. Ato contínuo, o árbitro mostra o amarelo a Jô, por supostamente ter pisado o guardião adversário. De nada valeu a tentativa do internacional brasileiro de explicar que nada tinha feito - o cartão retirava-o ainda do encontro da segunda mão.

Entra então em cena Rodrigo Caio, defesa do São Paulo que também tinha estado na jogada e que admitiu ter sido ele a tocar no guarda-redes da própria equipa, ilibando Jô e levando o árbitro a anular a decisão inicial.

No fim do jogo, o ato de Rodrigo Caio acabou por ser amplamente elogiado por todo o país. "Teve uma atitude de homem", referiu Jô. Curiosamente, o jogador do São Paulo não achou que merecesse tamanhas felicitações. "Não foi nada de mais", realçou. Ainda assim, mais exemplos destes houvesse por cá...

Os comentários estão desactivados.