Economia

Google chega a acordo com a Rússia

A Google vai pagar uma multa de oito milhões de dólares e abrir os seus telemóveis Android a motores de busca concorrentes na Rússia. 

O acordo entre a multinacional norte-americana e a autoridade antimonopolista da Rússia (FAS) foi conseguido ao fim de dois anos de negociações.

A negociação surgiu depois da Yandex, o maior motor de busca russo, ter argumentado que a Google tinha uma vantagem desleal uma vez que o seu motor de busca já estava pré-instalado no sistema operativo (Android).

“Anunciamos que chegámos a um acordo comercial com a Yandex e a um entendimento com a FAS que vai de encontro azos interesses de todas as partes”, revelou a Google.

De acordo com a FAS Para os telemóveis com sistema Android que já estão a funcionar na Rússia, a Google vai encontrar uma forma para que os consumidores escolherem um motor de busca por defeito através de uma atualização que está a desenvolver.

Em setembro de 2015, depois da queixa da Yandex, a FAS considerou que a Google estava violar as leis da concorrência e em agosto de 2016 multou a multinacional norte-americana em 483 milhões de rublos (quase oito milhões de dólares).

Este valor faz parte do acordo alcançado, que terá a duração de seis anos e nove meses. O CEO da Yandex considerou o entendimento “um dia importante para os consumidores russos” uma vez que “haverá a opção de escolher o motor de busca nos milhares de Android na Rússia”.