França

Governo espera que Le Pen não vença

O Governo espera que espera que Marine Le Pen não vença as eleições presidenciais francesas, por pretender que a França "continue a ser um grande estado-membro da União Europeia (UE)".

"Evidente que esperamos, como membros da União Europeia, que não ganhe a eleição presidencial uma candidata que defende a saída imediata da França da União Europeia", disse ministro dos Negócios Estrangeiros.

Segundo Augusto Santos Silva, o Governo não partilha "esse ponto de vista nem é esse o interesse de Portugal, que quer que a França continue a ser um grande estado-membro da UE".

À agência Lusa, acrescentou, o Governo saúda "a realização das eleições, a grande afluência às urnas, o facto de ter decorrido sem incidentes", o que, por si só, representa "uma grande lição democrática e uma grande lição dada pela nação francesa".

O governante reagia às primeiras projecções divulgadas por um canal de televisão francês, salientando que é preciso aguardar pelos resultados, que dão já como sendo certo que haverá uma segunda volta.

O candidato liberal Emmanuel Macron obteve hoje 23,7% dos votos na primeira volta das eleições presidenciais francesas, enquanto a candidata da extrema-direita, Marine Le Pen, conquistou 21,7% dos votos. Macron e Le Pen passam assim à segunda volta das eleições francesas, que se realiza no a 7 de maio.