Politica

Ferro agradece aos heróis de Abril

Os capitães de Abril e em particular Salgueiro Maia, Zeca Afonso e Mário Soares tiveram lugar de destaque no discurso do presidente da Assembleia da República, que quis deixar um agradecimento especial aos heróis de Abril.

"O triunfo da memória sobre o esquecimento, como sempre disse o grande Manuel Alegre, é um aspeto decisivo da vitória da Democracia", afirmou Eduardo Ferro Rodrigues, que aproveitou para anunciar a criação de um centro interpretativo do Parlamento no edifício da Casa Amarela, com auditórios, espaços interativos e livraria".

"É um sonho que nos cumpre contretizar. Será a porta principal para a Casa da Democracia", declarou Ferro Rodrigues, que dedicou o seu discurso à importância de trazer todos para a política.

"Estou convicto de que este novo tempo político tem ajudado a essa revalorização do Parlamento enquanto instância de negociação democtática e de representação dos portugueses", sublinhou Ferro, saudando os resultados de um barómetro europeu que recentemente revelou "uma inversão na tendência de desconfiança crescente nas instituições políticas da democracia".

Ferro Rodrigues destacou o trabalho que tem estado a ser feito na Assembleia da República relativamento ao projeto do Parlamento Digital, para tornar esta instituição mais próxima dos cidadãos, e na comissão para a transparência como contributos para a necessária credibilização da política.

De resto, Ferro acredita que também Marcelo Rebelo de Sousa é uma peça chave nesta política de reaproximação das pessoas à política.

"Estou certo de que o senhor Presidente da República tem tido também aqui um papel decisivo nesta recuperação da confiança nas instituições da democracia, através da sua magistratura de proximidade, leal, lúcida e afetuosa. E sobretudo através do seu permanente respeito pela Constituição", defendeu Ferro Rodrigues, que acha essencial encontrar fórmulas no projeto europeu que não estimulem os populismos.