Round2_SOL

Gignac: "Odeio o PSG. Preferia morrer a jogar por eles"

Palavras fortes do internacional francês, que esteve perto de ser herói nacional no último Europeu - aquela bola no poste na final com Portugal...

André-Pierre Gignac, avançado francês que atualmente compete pelo clube mexicano Tigres, não morre de amores pelo Paris Saint-Germain. Longe disso. O internacional gaulês jogou cinco anos no Marselha, entre 2010 e 2015, e talvez seja daí que vem esta animosidade pelo gigante da capital.

"Odeio o PSG. Prefiro morrer a assinar por eles. Mesmo que o PSG me oferecesse dez vezes mais dinheiro, eu não iria para lá", atirou, em entrevista à edição mexicana da revista "Life & Stlyle". E completou a ideia, lembrando a épica eliminatória da Liga dos Campeões com o Barcelona: "Não podem imaginar como eu gritei no sexto golo do Barça."

Internacional francês por 36 ocasiões (sete golos), Gignac esteve à beira de se tornar num autêntico herói nacional na final do último Europeu: lançado por Didier Deschamps aos 78 minutos do jogo com Portugal, teve nos pés, já nos descontos, o golo que daria o troféu aos gauleses. Para alívio e gáudio dos portugueses, a bola foi ao poste da baliza de Rui Patrício. E depois... foi o que se sabe.