Economia

Desemprego abaixo dos 10%

Instituto Nacional de Estatística indica que taxa de desemprego entre janeiro e fevereiro baixou para 9,9%. Em março prevê nova descida 

A taxa de desemprego portuguesa baixou para 9,9% entre janeiro e fevereiro. Segundo os dados do Instituto Nacional de Estatística (INE), observou-se uma queda do desemprego ajustado de sazonalidade de 10,1% para 9,9%. Para março, a estimativa provisória do INE aponta para uma nova descida para os 9,8%.

O instituto calcula que em março existiam 504 mil portugueses à procura de trabalho, quando no mês anterior superavam os 508 mil. Os jovens são os principais responsáveis pela melhoria, com uma diminuição de 4,5% do número de desempregados com menos de 24 anos. O desemprego entre os adultos praticamente não mexeu.

Estes dados de março são ainda provisórios, enquanto os de fevereiro são já definitivos. O INE tinha estimado inicialmente que o desemprego se tinha fixado em 10% no segundo mês do ano, revendo agora em baixa esse valor para 9,9%. Em fevereiro o ministro das Finanças, Mário Centeno, já tinha garantido que a taxa de desemprego em Portugal ia cair abaixo dos dois dígitos, ao contrário do que prevê a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE).