Grécia

Acordo preliminar com os credores

A Grécia alcançou um acordo preliminar com os credores, o que deve preparar o caminho para as negociações sobre a dívida do país. Os principais credores confirmaram o acordo preliminar. 

"As negociações foram concluídas", afirmou Euclides Tsakalotos, na segunda-feira à noite, citado pela agência de notícias grega ANA, acrescentando que foi alcançado um "acordo técnico preliminar" antes do Eurogrupo a 22 de maio.

Numa declaração conjunta divulgada em Bruxelas União Europeia (UE), Banco Central Europeu (BCE) e Fundo Monetário Internacional (FMI), as instituições apontam que o pacote de medidas que Atenas se comprometeu a “implementar rapidamente” constitui a base para a conclusão da segunda revisão do programa de assistência em curso.

“Este acordo preliminar será agora complementado por mais discussões nas próximas semanas sobre uma estratégia credível para assegurar que a dívida da Grécia é sustentável”, lê-se na declaração.

Tsakalotos indicou ter certeza de que o acordo vai permitir à Grécia obter medidas de alívio da dívida por parte dos credores. De acordo com o ministro, estas medidas são fundamentais para ativar a recuperação económica do país.

Um acordo no Eurogrupo a 22 de maio é necessário para desbloquear uma nova tranche de crédito que a Grécia precisa para pagar sete mil milhões de euros da dívida em julho.