Politica

PS Porto reúne para analisar “anúncio inesperado” de Moreira

A concelhia do PS Porto foi apanhada de surpresa pela decisão de Rui Moreira de descartar o apoio socialista nas autárquicas.

O PS Porto considera “surpreendente e inesperado” o anúncio de Rui Moreira de que prescinde do apoio socialista na corrida à Câmara do Porto.

Frisando que se trata de um anúncio feito por “uma fonte da candidatura” de Moreira e não pelo próprio, a concelhia liderada por Tiago Barbosa Ribeiro anuncia que vai reunir para “analisar a situação política autárquica no Porto”.

A reunião começará às 21h30, já depois de Rui Moreira ir à SIC às 20h falar sobre a sua decisão.

A situação é, neste momento, explosiva, uma vez que o anúncio de Moreira acontece na véspera da convenção autarquia do PS, que decorre amanhã em Lisboa, e quando faltam apenas cerca de três meses para o fim do prazo de entrega das listas para as candidaturas autárquicas.

Ou seja, se o PS quiser apresentar um candidato próprio no Porto, terá de reunir nomes para as listas da Câmara, Assembleia Municipal e Juntas em tempo recorde.

Dentro do PS Porto, já há quem exija responsabilidades à decisão do presidente da Federação Manuel Pizarro e ao líder da concelhia Tiago Barbosa Ribeiro de apoiar o independente, integrando o executivo e não a oposição na autarquia portuense.

“O Dr. Manuel Pizarro e o PS Porto têm, agora, o dever e a oportunidade de apresentarem uma candidatura capaz, mobilizadora e vencedora para o concelho”, escreveu já no Facebook o ex-membro do secretariado de José Luís Carneiro, Tiago Silva.

Ao i, o militante socialista defende mesmo que “Tiago Barbosa Ribeiro e Manuel Pizarro têm de retirar consequências políticas da opção que tomaram de deixar o PS nas mãos de Rui Moreira”.