Internacional

Alemanha. Nazi queria fazer de refugiado

Autoridades dizem que o suspeito se registou como refugiado sírio e acreditam que planeava um atentado

Um militar nazi foi detido pela justiça alemã. Foi descoberto um plano para fazer um atentado e atribuir a responsabilidade a refugiados sírios. 

O oficial de 28 anos, que serviu na brigada franco-alemã de Illkirch, na Alsácia, foi detido a 26 de abril e é o terceiro militar detido no âmbito de uma investigação à infiltração de elementos neonazis na Bundeswehr (exército alemão). 

A justiça alemã revelou há dias que este militar tinha conseguido registar-se como refugiado sírio, apesar de não saber falar árabe. As autoridades acham que teve cúmplices para conseguir esse registo e para planear vários atentados terroristas, alguns contra políticos alemães.

O falso registo como refugiado sírio permitiria que as suas impressões digitais nos locais do crime fizessem recair a responsabilidade pelos atentados sobre os refugiados, permitindo assim aos nazis aproveitarem politicamente os crimes e relançarem a onda contra a imigração e os refugiados que o país conheceu nos últimos anos.