Politica

Deputado do PS avisa Moreira: "A malta não é parva"

João Paulo Correia não poupa nas críticas a Rui Moreira. Para o deputado do PS, as declarações de Ana Catarina Mendes foram só um pretexto usado pelo independente para romper com os socialistas.

João Paulo Correia vai direto ao assunto. "Rui Moreira e os seus apoiantes que temem perder o lugar!", escreve o deputado do PS no Facebook, tentando desmontar a tese de que a culpa da rutura esteja na atitude da secretária-geral adjunta, Ana Catarina Mendes, quando disse que ganhar o Porto seria "uma vitória do PS".

"Os culpados pela rutura são Rui Moreira e a sua amálgama de apoiantes que o chantagearam desde a primeira hora da coligação pós-eleitoral", acusa João Paulo Correia, que alude mesmo aos ex-militantes do PS e do PSD que agora estão com o independente.

"Muitos são ex-militantes partidários e outros repugnam os partidos. E estas diferentes origens convergem para um radicalismo que, infelizmente, sequestrou Rui Moreira, que agora vive perdido na tempestade que o próprio criou!", aponta o socialista que acha que Ana Catarina Mendes acabou por ser vítima disso.

A gota de água que motivou está reação de João Paulo Correia foi o facto de Rui Moreira assegurar que nunca teve qualquer problema com o PS Porto, liderado por Manuel Pizarro, colocando o ónus da crise na direção nacional do PS.

"E ontem lá decidiu culpar o secretariado nacional do PS! A melhor resposta a Rui Moreira é: "Vai-me à loja!". Conta essa a outro! A secretária geral adjunta, Ana Catarina Mendes, usou sempre bom senso em todas as suas declarações e creio que todos os socialistas se revêm nessas declarações ponderadas", escreve João Paulo Correia.

Num tom muito mais duro do que o que tem sido usado pelo presidente da Federação do Porto, Manuel Pizarro, João Paulo Correia assume que a ruptura no Porto foi causada por Moreira.

"Sejamos frontais: Rui Moreira traiu a confiança do PS. Rui Moreira preferiu ceder aos seus radicais apoiantes", vinca o deputado que remata com um aviso ao presidente da Câmara do Porto.

"Rui Moreira acha que com esta acusação tola consegue despertar um sentimento colérico contra Lisboa! Rui Moreira, "Vai à volta". A malta não é parva!", conclui João Paulo Correia.