Sociedade

ASAE fecha dez restaurantes em operação-relâmpago em Lisboa

"Falta de requisitos de higiene" na origem da suspensão de atividade de estabelecimentos nas zonas do Cais do Sodré, Algés e Avenidas Novas

A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica, vulgarmente conhecida como ASAE, suspendeu a atividade de dez restaurantes nas zonas do Cais do Sodré, Algés e Avenidas Novas, em Lisboa, por "falta de requisitos de higiene".

Em comunicado, a ASAE revela que a operação-relâmpago de fiscalização foi direcionada a estabelecimentos de restauração nas zonas lisboetas com afluência turística de forma a garantir a “segurança alimentar e saúde pública dos consumidores, bem como a realização de práticas comerciais legais”. Foram fiscalizados 70 operadores, dos quais resultaram 38 contraordenações e um processo-crime, e ainda apreendidos mais de 150 quilogramas de alimentos e um instrumento de pesagem.

As contraordenações citadas referem-se principalmente ao incumprimento de requisitos gerais de higiene, falta de implementação de um plano HACCP e à ausência de Livro de Reclamações e de afixação de sinalética obrigatória (no caso de venda de álcool e tabaco), esclareceu ainda o organismo.