Vida

Costa prova a sua “infatigável disponibilidade para resolver todos os problemas dos portugueses"

O momento foi partilhado pelo cronista na sua página de Facebook, onde escreve: “A palavra dada foi palavra honrada”.


No passado dia 29 de abril, na sequência da notícia de que o Governo de António Costa iria dar tolerância de ponto aos funcionários públicos, no âmbito da visita do Papa Francisco a Portugal, o jornalista João Miguel Tavares decidiu dirigir a sua crónica, no Jornal Público, ao Primeiro-Ministro.

No seu texto, com o título “Costa: fica você com os meus filhos, ok?”, o jornalista escrevia sobre o facto de não ser funcionário público mas de ter filhos a frequentarem uma escola pública, “desta confluência de factos resulta que eu vou ter de trabalhar na sexta-feira enquanto as minhas crianças não vão ter aulas, não têm ninguém para ficar com elas em casa, e ainda são muito novas para irem peregrinar sozinhas em direcção a Ourém”.

Ora, sabendo e afirmando acerca da “infatigável disponibilidade para resolver todos os problemas dos portugueses", o jornalista decidiu lançar-lhe um desafio: indicar-lhe em que porta do Palácio de São Bento poderia deixar os seus filhos.

Em resposta a esta crónica, António Costa, que terá lido o texto de João Miguel Tavares, respondeu-lhe e, esta sexta-feira, dia 12 maio, dia de tolerância de ponto, o Primeiro-Ministro ficou mesmo com os filhos do jornalista no seu local de trabalho, em São Bento.

 

Os comentários estão desactivados.